Em vulnerabilidade, ciganos temem efeitos da pandemia em comunidades

Em vulnerabilidade, ciganos temem efeitos da pandemia em comunidades

Famílias sofrem despejo e veem contaminação por covid-19 aumentar Publicado em 12/07/2020 – 08:05 Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil – Brasília A histórica situação de vulnerabilidade das comunidades Continue lendo »

Ciganos buscam alternativa de renda durante pandemia de covid-19

Ciganos buscam alternativa de renda durante pandemia de covid-19

Falta de dados e políticas específicas são principais desafios Publicado em 12/07/2020 – 08:00 Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil     – Brasília Conhecidos pela grande habilidade e desenvoltura comercial, Continue lendo »

Prefeitura do Rio faz transmissão ao vivo para adoção de animais

Prefeitura do Rio faz transmissão ao vivo para adoção de animais

Estão disponíveis 50 cães e gatos resgatados na capital fluminense Publicado em 11/07/2020 – 07:02 Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro A Prefeitura do Rio de Continue lendo »

Aplicativo permite denúncias de crimes ambientais na Amazônia

Aplicativo permite denúncias de crimes ambientais na Amazônia

Pelo Guardiões da Amazônia pode ser registrado local exato de queimada Publicado em 09/07/2020 – 05:28 Por Agência Brasil – Brasília Atualizado em 09/07/2020 – 09:53 O governo federal criou um aplicativo Continue lendo »

40 anos sem Vinícius: saiba mais sobre o Poetinha que cantou a saudade

40 anos sem Vinícius: saiba mais sobre o Poetinha que cantou a saudade

Apresentação nesta quinta terá artistas como Gilberto Gil e Toquinho Publicado em 09/07/2020 – 10:01 Por Luiz Claudio Ferreira – Repórter da Agência Brasil – Brasília “Se estiver com saudades, pode abrir Continue lendo »

Rio de Janeiro divulga regras de pontuação para reabertura

Rio de Janeiro divulga regras de pontuação para reabertura

Governo diz que estado do Rio está com risco moderado Publicado em 09/07/2020 – 09:00 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro O governo do estado do Continue lendo »

Martha Rocha, primeira Miss Brasil, morre aos 87 anos

Martha Rocha, primeira Miss Brasil, morre aos 87 anos

Ex-miss morava em uma casa de repouso em Niterói Publicado em 05/07/2020 – 20:26 – Por Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro A ex-miss Brasil Continue lendo »

 

Governo vai criar programa de renda mínima após a pandemia, diz Guedes

© Marcos Corrêa/PR (Reprodução)

Renda Brasil unificará vários programas sociais


Publicado em 09/06/2020 – 12:34 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou hoje (9) que o governo federal criará um programa de renda mínima permanente, após a pandemia do novo coronavírus (covid-19), batizado de Renda Brasil. O ministro disse ainda que será criado um programa para geração de empregos formais, com a retomada do projeto Carteira Verde e Amarela. 

“Aprendemos durante toda essa crise que havia 38 milhões de brasileiros invisíveis e que também merecem ser incluídos no mercado de trabalho”, disse Guedes durante reunião ministerial coordenada pelo presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o ministro, haverá a unificação de vários programas sociais para a criação do Renda Brasil, que deve incluir os 38 milhões de beneficiários do auxílio emergencial, de três parcelas de R$ 600, pago em razão da pandemia da covid-19.

Já com o programa Carteira Verde e Amarela, umas das bandeiras de campanha de Bolsonaro, o governo pretende flexibilizar direitos trabalhistas como forma de facilitar novas contratações. “Há regimes onde têm muitos direitos e pouquíssimos empregos e há 40 milhões de brasileiros andando pelas ruas sem carteira assinada. Só que agora nós sabemos quem eles são e vamos formalizar esse pessoal todo”, ressaltou o ministro Guedes.

Em novembro de 2019, o governo editou a Medida Provisória nº 905, que criou o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo, para facilitar a contratação de jovens entre 18 a 29 anos, mas ela perdeu a validade antes de ser aprovada pelo Congresso, em abril deste ano.

O ministro Paulo Guedes confirmou ainda que o auxílio emergencial será prorrogado por mais dois meses, conforme já havia sido anunciado por Bolsonaro e que, durante esse tempo, o setor produtivo pode se preparar para retomar as atividades, com a adoção de protocolos de segurança. “E depois [a economia] entra em fase de decolar novamente, atravessando as duas ondas [da pandemia e do desemprego]”, disse Guedes.

A 34ª Reunião do Conselho de Governo, que aconteceu nesta terça-feira (9) no Palácio da Alvorada, foi transmitida ao vivo pela TV Brasil e em suas mídias sociais.

Edição: Fernando Fraga

Agência Brasil / EBC


 

É proibida a reprodução, total ou parcial do conteúdo sem prévia autorização.
+